Uma Holding familiar é uma empresa que diferente das demais, é uma detentora passiva de ações de uma empresa padrão.

Desta forma, é usada como uma estrutura para suspender empresas subjacentes. Isso oferece benefícios legais e fiscais. Para saber mais sobre a Holding familiar, confira o nosso artigo de hoje.

Holding familiar: Do que se trata?

Uma Holding familiar detém ações em uma ou mais outras empresas (subsidiária e, ou empresa operacional).

Desta forma, pretende deliberadamente exercer influência sobre a política das subsidiárias e empresas operacionais e, portanto, difere do resto do investimento.

Neste sentido, as estruturas jurídicas que envolvem seu patrimônio podem impactar em uma economia tributária.

Com isso, detém empresas nas quais podem ‘armazenar’ seus ativos ou outros itens que são valiosos para a empresa (como patentes, ativos).

Portanto, é composta por uma ou mais empresas padrão, na qual você pode manter dinheiro, ativos ou ações. É daí que vem o nome “Holding”, que significa “segurar”.

Como uma Holding familiar funciona

Funciona com o intuito de controlar o patrimônio de diversas pessoas físicas de uma mesma família.

A partir daqui a família envia suas faturas, recebe a receita e paga os custos através da Holding familiar. É aqui que as operações comerciais diárias ocorrem.

Deste modo, sua criação tem o objetivo principal de prover à família: planejamento tributário, planejamento sucessório e planejamento financeiro.

Além disso, através dela há uma blindagem patrimonial. Com isso, você percebe que o volume de negócios e os custos podem ser protegidos. E por fim, você economiza impostos!

Holding Familiar

Estrutura de Holding familiar

A estrutura é a combinação de uma empresa controladora e uma empresa operacional, que possuem um relacionamento mútuo.

Elas também são chamadas de controladora e subsidiária. Na prática, essa estrutura geralmente significa que os empreendedores:

  • Estabelecem duas estruturas de negócios.
  • A usam como uma empresa operacional.
  • Possuem as ações.
  • Controla as ações da empresa operacional.

A família, portanto, é dona da holding familiar e a holding familiar é dona da empresa operadora. Configurar sua forma legal dessa maneira, ou configurar uma estrutura, oferece muitas oportunidades e benefícios.

Neste sentido, em relação à tributação, é importante destacar que há à incidência das contribuições COFINS e PIS/PASEP sobre as receitas.

Quando criar uma holding familiar?

Existe uma expectativa realista de vender a empresa em um determinado momento. Você tem várias participações, então você não precisa receber um salário.

Além disso, há uma necessidade de proteger os ativos de quaisquer riscos. Portanto, é preferível manter a liquidação da anuidade internamente. Você quer criar flexibilidade tributária.

Holding Familiar

Vantagens de uma exploração

Como empreendedor, você quer aproveitar as oportunidades, mas com o menor risco possível.

Desta forma, ao estabelecer a estrutura explicada acima, você aumenta suas chances de ganhar, incorre em menos custos e evita a tributação sobre o lucro na venda futura das ações da empresa operacional.

Por fim, vale destacar que uma holding familiar oferece uma forma de blindagem legal dos bens contra processos jurídicos, como separações litigiosas, divórcio, uniões estáveis, entre outros.

E se você gostou do nosso artigo de hoje, então continue em nosso site e confira muito mais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário