Burnout

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Burnout no seu e-mail? Cadastre-se clicando aqui.

A síndrome de Burnout é uma desordem mental cada vez mais discutida e diagnosticada, e que traz uma série de preocupações tanto para os funcionários, como também aos empregadores.

Seu diagnóstico nem sempre é uma tarefa fácil, visto que inicialmente ela pode ser interpretada como ansiedade, depressão, exaustão física e mental, dentre diversas outras situações.

burnout

Embora haja tratamento e cura para a síndrome, é essencial que se invista em sua prevenção. A seguir, conheça um viés pouco explorado de Burnout, que é a sua relação com a vida social.

Causas de Burnout

O excesso de responsabilidades, de obrigações e tarefas no ambiente de trabalho são fatores que levam ao desgaste mental, podendo culminar em adoecimento, a exemplo da síndrome de Burnout.

Embora esta condição seja frequentemente atrelada ao trabalho, existem outros agentes que podem interferir em seu desenvolvimento, a exemplo de:

  • Preocupações familiares;
  • Contato com pessoas tóxicas;
  • Conflitos no ambiente de trabalho, principalmente no que diz respeito a relações interpessoais;
  • Solidão;
  • Uso de drogas lícitas e ilícitas.

Burnout

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Burnout, gratuitamente? É só se cadastrar clicando aqui!

Prevenção social de Burnout

Agora que você já conhece as principais causas de Burnout, não apenas atreladas ao trabalho como também a diversos aspectos pessoais e sociais, é preciso ter em mente algumas medidas que precisam ser adotadas no sentido de preveni-la:

Busque um trabalho que você ame

Infelizmente, seja pelo desemprego ou busca por melhores salários, muitas pessoas deixam de fazer aquilo que amam, o que pode resultar em descontentamento, e posteriormente, adoecimento mental. Portanto, trabalhar com algo que lhe traga prazer é uma tática para atingir o bem-estar físico e mental.

Conviva com pessoas positivas

Busque amizades e relações com pessoas positivas, alegres e que lhe façam bem. Tente se afastar ou minimizar o contato com indivíduos tóxicos, que te deixam para baixo. Muito além de prevenir Burnout, esta atitude lhe trará mais felicidade e leveza.

Pratique atividade física

Praticar alguma atividade física que lhe traga prazer eleva o nível dos hormônios e substâncias do prazer e da felicidade, auxiliando na prevenção de transtornos mentais – a exemplo do Burnout.

Elimine os vícios

Assim como dito anteriormente, o uso de álcool, tabaco e outras drogas ilícitas pode propiciar o desenvolvimento da síndrome de Burnout, além de outros prejuízos mais graves a saúde. Portanto, se você deseja ter uma vida mais saudável, busque um médico para maiores orientações, e repense o uso destas substâncias.

Pratique o diálogo

Os conflitos pessoais, seja com a família ou amigos, podem ser “levados” ao trabalho, piorando os sintomas de exaustão emocional. Sendo assim, busque resolver tais questões, e quando o diálogo não for suficiente, conte com o auxílio de um psicólogo.

Priorize momentos de lazer

Deixe de lado as horas extras e o excesso de obrigações, e dedique um tempo ao lazer. Além disso, tire férias do trabalho e dedique este tempo a família, amigos, viagens, trabalhos voluntários ou outras atividades.

Busque ajuda profissional

Quando sentir que não está “dando conta do recado”, busque um psicólogo ou médico, para que eventualmente seja feito um diagnóstico, e o melhor tratamento seja estabelecido.

Sabendo as prevenções para uma vida saudável, fica mais fácil evitar situações que possam desencadear transtornos mentais e emocionais, como a Síndrome de Burnout, mas não esqueça que é sempre importante contar com a ajuda de um profissional para conversar e ajudar.

Quer saber mais sobre com lidar com essa Síndrome? Então continue acompanhando o Blog da AJ & Oliveira Advogados Associados e não perca os demais artigos que virão da série Burnout.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Burnout, gratuitamente? É só se cadastrar clicando aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário